Mitos e Verdades

Saiba o que é mito ou verdade sobre a queda de cabelos

1. Lavar os cabelos faz os cabelos caírem?
Mito. É comum ouvirmos dos pacientes que se eles lavarem os cabelos todos os dias os cabelos vão cair mais. Aqui vai uma informação importante: isso não é verdade. Quando uma pessoa lava os cabelos, ela tem a impressão que os cabelos caem mais pelo fato de remover os cabelos que estão soltos. Mas não existe uma relação entre a água do chuveiro e a queda. Uma dica importante: lavar os cabelos com água quente, isto é, próxima a 40 graus, irrita o couro cabeludo e isso aumenta a queda de cabelo. Outra dica: não lavar os cabelos aumenta a quantidade de fungos, e isso também causa a queda de cabelos. Equilíbrio é tudo.

2. Usar gel de cabelo aumenta a queda de cabelo porque “entope” os poros do cabelo?
Mito. Não existe uma substância no gel de cabelo que cause queda de cabelo. No entanto, é importante que ele seja removido sempre no mesmo dia, logo após o uso, utilizando água corrente para retirada. O gel é uma substância que está em um estado físico entre o sólido e líquido e que forma uma camada que ao mesmo tempo que retém umidade, pode aumentar a quantidade de fungos. Fungos e umidade são uma combinação que definitivamente causam queda, mas não é algo que vai acontecer da noite para o dia.

3. Se meu pai for calvo, provavelmente eu serei calvo também?
Mito. A alopécia mais comum que existe é a alopécia androgenética. Porém, ela pode ser passada de pai para filho ou de mãe para filho. Em alguns casos, ambos os pais podem ser normais e, mesmo assim os filhos podem ser calvos. Apesar de ser uma doença genética ou hereditária, ela pode pular gerações, ou não se manifestar ás vezes. Ainda não foi explicado porque isso acontece e não existe uma regra se a alopécia androgenética vem especificamente da mãe ou do pai. Portanto, a melhor coisa a fazer é procurar um médico para analisar se o seu quadro é realmente hereditário, quando começar o quadro de queda de cabelo. Em geral, os pacientes notam queda por volta dos 17 anos de idade, mas isso pode variar e se iniciar após os 23 anos de idade, por exemplo.

4. Usar boné causa queda de cabelo?
Mito. Essa idéia é muito comum entre as pessoas, que a calvície foi causada pelo uso de boné. No Brasil tem-se o hábito de usar boné entre os homens e isso é algo cultural. Então, a chance de um adolescente do sexo masculino usar boné é muito alta. Ao mesmo tempo, a alopécia androgenética entre homens é muito comum na população. Então, faz-se a associação: muitos homens que usaram boné na adolescência estão calvos. Mulheres não usam boné, então associam a calvície ao boné. Alguns pacientes já me disseram também que o boné abafa o cabelo, então ele não respira e morre. Na verdade, o fio de cabelo é uma fibra de células queratinizadas, logo, elas não precisam de oxigênio. O que pode acontecer, em alguns casos: se uma pessoa usa o boné com frequência, e deixa ele molhado, sem higiene, ela pode criar fungos devido ao uso excessivo e isso pode causar uma queda de cabelos. Portanto, cuidado!

5. Preciso usar protetor solar para os cabelos?
Verdade. Os cabelos são compostos basicamente de uma matriz celular queratinizada e uma matriz acelular. A matriz acelular é formada de água, proteínas, e óleos essencialmente. Quando os cabelos estão sob efeito de extremo calor e temperaturas, ele vai perder os componentes e perder volume, devido à ação da radiação. O protetor solar vai bloquear a ação solar e proteger seus fios. Além disso, pode ter uma ação protetora no couro cabeludo também. Importante: o produto deve ser destinado aos cabelos, pois tem um balanço ideal de água, pH e lipídeos. E a remoção deve ser feita no mesmo dia, para não causar irritação.

6. Usar prótese capilar mata os fios de cabelo?
Verdade. Porém, isso não tem a ver com a oxigenação dos fios. Acontece é que a cola utilizada na prótese causa uma irritação crônica na pele e isso leva a uma maior queda de cabelo. Além disso, devido a umidade intensa, pois a prótese não pode ser removida, a quantidade de fungos aumenta muito e isso amplia exponencialmente a queda. Não quer dizer que todos os fios vão morrer, mas é importante orientar que a prótese, logicamente, vai acelerar muito o processo de calvície.

7. Quando um cabelo cai, o bulbo cai junto?
Mito. É impossível um bulbo se desprender da pele naturalmente. O bulbo é uma estrutura responsável pelo crescimento do fio de cabelo. Mas a única maneira de retira-lo da pele é cortando a pele. Quando o cabelo cai, o que enxergamos é a haste do cabelo. Mesmo que você puxe o fio de cabelo com muita força, fique tranquilo, que o bulbo não vai sair.

8. Mulheres não podem fazer transplante de cabelo?
Mito. Mulheres sofrem de queda de cabelo das mesmas causas que os homens. A principal causa é a alopécia androgenética. A diferença dessa queda de cabelo nas mulheres é que ela não é tão intensa e se concentra na linha central do cabelo, principalmente. No entanto, temos feito transplante de cabelos em mulheres com frequência e com sucesso. O transplante capilar em mulheres não necessita raspar a cabeça e isso é uma grande vantagem.

9. Fazer alisamento capilar danificam os cabelos?
Verdade. O alisamento de cabelos está baseado na alteração da estrutura protéica das fibras de cabelo. Existem o que chamamos de pontes de sulfito, que são ligações químicas existentes entre as moléculas de queratina, que fazem os fios se enrolarem e fazerem curvas. Quem determina quantas curvas um cabelo vai ter é o DNA de uma pessoa. Para quebrar essas pontes tem duas formas: através do aumento da temperatura, acima de 100 graus, ou através de substâncias químicas derivadas dos aldeídos. Qualquer um dos métodos acaba degradando a queratina da fibra capilar e faz com que o cabelo se torne mais fino, quebradiço, e sem elasticidade. Isso não quer dizer que as mulheres ou homens não devam alisar seus cabelos. A orientação é que preparem seus fios, para que aguentem esses procedimentos e procurem produtos que não destruam a sua estrutura protéica. Existem muitas opções hoje no mercado.

10. Qual o preço de um transplante capilar?
O valor do transplante capilar hoje tem uma variação muito grande. Isso dependerá de alguns fatores principais. Primeiro, se a clínica tem tradição no mercado, isto é, se ela já faz transplante há alguns anos, se já operou pelo menos algumas centenas de pacientes, se já tem resultados muito bons. Segundo, se a equipe tem uma formação adequada, isto é, se o Cirurgião ou Dermatologista tem uma boa formação, fez uma boa faculdade, uma boa residência e uma boa especialização em Transplante Capilar. Terceiro, se a taxa de acerto com a cirurgia é alta, isto é, se de cada 100 fios implantados, pelo menos 95 fios nascem com certeza. Pois não adianta implantar fios que não vão nascer. Se os fios não nascerem, será necessário fazer uma correção e em alguns casos não há mais área doadora para corrigir. Em algumas clínicas inclusive, cobra-se para fazer a correção, então o barato sai caro.

By |2020-05-21T16:05:19-03:00maio 21st, 2020|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário