Queda de cabelo: 7 possíveis causas e o que fazer

//Queda de cabelo: 7 possíveis causas e o que fazer

Queda de cabelo: 7 possíveis causas e o que fazer

A queda de cabelo em excesso é extremamente preocupante. O normal é uma queda de 50 a 100 fios por dia. Mas o que causa a queda de cabelo? Neste post vamos te apresentar 7 possíveis causas e o que pode ser feito para tratar. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

1 – Genética

Se você tem algum parente direto, seu pai por exemplo, que tenha problemas com queda de cabelo, é natural que você possua genes que vão causar a queda de cabelo.

Como tratar: pode ser tratada com medicamentos locais, à base de minoxidil (solução que amplia a fase de crescimento do cabelo) e orais, com finasterida, um dos mais conhecidos remédios para calvície.

2 – Alterações hormonais

Quando há irregularidade em certas glândulas endócrinas (como tireoide, suprarrenal e hipófise), os folículos capilares sofrem com a falta de chegada de nutrientes.

Geralmente, mulheres que acabaram de se tornarem mamães sofrem uma readequação hormonal que pode também gerar uma visível queda.

Como tratar: busque um médico endocrinologista, que indique um tratamento para regular os hormônios.

3 – Anemia

Quando o corpo apresenta uma deficiência de ferro, mineral presente na hemoglobina e importante para a produção de glóbulos vermelhos, ambos responsáveis pelo transporte de oxigênio no sangue, pode ser causada por fatores como desregulação hormonal, inflamações, infecções e carência nutricional.

Na falta deste mineral, pode acontecer falta de ar, mal-estar, dor de cabeça, fraqueza, cansaço e queda de cabelo. A perda ocorre porque a anemia (diminuição de glóbulos vermelhos ou de hemoglobina no sangue), compromete a produção de fios e fragiliza os já existentes, por falta de oxigenação no bulbo capilar. Como o cabelo é, substancialmente formado de proteína, depende do bom funcionamento da hemoglobina.

Como tratar: Procure um médico que receite vitaminas e o tratamento adequado. Comece uma dieta enriquecida de ferro: aposte em carnes vermelha, feijão e vegetais verde-escuros.

4 – Alimentação

O que comemos afeta diretamente o fortalecimento dos fios e o crescimento deles. Alguns nutrientes específicos como os minerais (zinco, selênio, cálcio, silício e ferro), vitaminas (E, C e do complexo B), proteínas e grão integrais são extremamente benéficos para fortalecer os fios e evitar a queda de cabelo.

Como tratar: Adote uma dieta saudável, com carboidrato, proteína e mineral. Reforce a ingestão de vitaminas do complexo B e C, zinco e ferro.

5- Estresse

O estresse pode não ser a causa principal da queda de cabelo, mas pode piorar a perda de cabelos que já exista por outro motivo.

O organismo entende que quando há uma necessidade de proteínas e vitaminas, ele pode usar os nutrientes direcionados aos fios para outra área carente.

Sob situações de estresse, o organismo acelera a produção de uma substância conhecida como estriol, que pode impedir a entrada de nutrientes na região capilar e brecar o crescimento dos cabelos.

Como tratar: é aconselhado tentar reduzir a carga de estresse, participando em atividades de lazer, não apenas para tratar a queda de cabelo, mas também para garantir uma melhor qualidade de vida e evitar outros problemas mais graves que podem surgir com o tempo, como intestino irritável ou depressão.

6- Produtos químicos

Quem já fez o uso de algum tipo de química nos cabelos, deve saber que o fio tende a ficar mais fraco após o procedimento. Ele perde sua massa capilar.

Como tratar: É importante tratar o cabelo para estimular a reconstrução e o fortalecimento do fio, ação imprescindível a ser executada antes de bombardear as madeixas com mais química.

7 – Fatores externos

Quem faz o uso de chapinha, secador de cabelo e ama um banho bem quente e longo, saiba que tudo isso machuca e muito o seu couro cabeludo. No caso do calor em excesso, geralmente há uma formação de bolhas de ar dentro do fio. E daí é que vem a queda.

Como tratar: Para evitar isso, a saída para ambos os casos (tensão ou calor) é reduzir a agressão externa e deixar o cabelo “descansar” por longos períodos, evitando uso de secador, chuveiro e chapinha a altas temperaturas.

By |2020-06-03T22:35:31-03:00abril 12th, 2019|Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário